16/05/2021 às 16:17 Youtube Podcast Mobgrafando

Como Melhorar a Qualidade de Áudio do Seu Projeto? O Case do Mobgrafando

55
7min de leitura

Quando começamos a produzir conteúdo pelas redes sociais, há uma certa magia na experimentação. Estamos empolgados, cheios de ideias e imaginamos um futuro lindo onde o nosso projeto alcança feitos maravilhosos, mas para chegar nesse patamar, uma dose constante de trabalho e um pouco de bom senso nas escolhas é fundamental. Por isso, no post de hoje vamos compartilhar um pouco das escolhas que tomamos para melhorar a qualidade de áudio do Mobgrafando pela ótica de quem não é um especialista em áudio, mas de quem está disposto a experimentar as possibilidades. 


GRUPO OFICIAL NO TELEGRAM


O PRINCÍPIO DE TUDO: GRAVAR COM O CELULAR

No começo é muito comum criarmos conteúdo com aquilo que já temos em mãos. O celular é um recurso poderoso que permite criar diversos materiais em vários tipos de mídia. Precisa fazer imagens? A câmera dá conta. Vídeo? Dá pra usar ele também. E entrevistar alguém? Só usar o gravador de voz e tudo certo... Obviamente existem cenários onde um equipamento mais robusto pode ser necessário, mas a limitação atiça a nossa criatividade e nos faz buscar abordagens diferentes. Não é a toa que hoje muitas pessoas encontram oportunidades em redes como o InstagramYoutube e TikTok, criando novos formatos de mídia que viralizam e caem nas graças do público. 

Em teoria, quanto mais premium é o smartphone que você possui, mas recursos incorporados ele terá para entregar uma melhor experiência de uso, e por consequência, criação. Câmera com sensores e lentes melhores, áudio com som estéreo e drivers dedicados para reprodução em alta fidelidade, microfones com filtros de redução de ruído são alguns dos exemplos. Mas mesmo com um smartphone mais básico, é possível se aventurar na criação de conteúdo. 

Por isso, as principais dicas são as seguintes:

- Grave em local silencioso: Para muitos de nós essa tarefa é um desafio, principalmente para quem tem cachorro em casa e mora com famílias grandes. Nesse caso, tente mapear os horários do dia onde a casa está mais silenciosa e grave neles, assim você se organiza sem se frustrar por não conseguir gravar nada em horários de pico de movimento.

- Cuidado com o vento: Este é um erro super comum de acontecer e pode estragar um belo trabalho por conta da falta de atenção. Mesmo os smartphones mais avançados podem sofrer com a interferência do vento, então, antes de gravar, faça um teste curto de 10 segundos gravando e verifique se ele interfere na sua voz. Se o vento estiver muito intenso, vale a pena trocar o lugar da gravação ou reagendar para outro horário, caso seja possível. 

Essas dicas servem tanto para gravar com o microfone nativo do seu celular ou usando um fone de ouvido ou microfone dedicado. Quanto aos fones, vamos abordá-los com mais profundidade no próximo tópico. 

FONES DE OUVIDO

Os fones de ouvido melhoram a captação de áudio no smartphone por trazerem um microfone que fica mais próximo a sua boca. Mesmo os fones mais básicos já podem ajudar a criar conteúdos mais interessantes, e para aqueles que tem o hábito de investir em fones mais premium, ganham por tabela um recurso mais robusto quando aliado a smartphones top de linha com um bom driver de áudio. 

Aqui no Mobgrafando compramos fones de ouvido da Edifier para servir como retorno ao fazer lives no Instagram. Como usamos o Zenfone 6, que tem entrada P2, ainda podemos recorrer a fones mais tradicionais. Se usássemos iPhone ou outro smartphone Android sem esse recurso, dependeríamos de um adaptador dedicado ou de fones sem fio para fazer a mesma coisa. Independente da sua escolha, os cuidados com o silêncio e o vento no local de gravação ainda valem aqui, então fique atento para não precisar regravar nenhum conteúdo.

No vídeo abaixo, mostramos o unboxing e o teste de áudio dos 2 fones que adquirimos, e você pode ver como eles são bem diferentes na captação..

MICROFONE DE LAPELA: VERSATILIDADE CUSTO-BENEFÍCIO

O ato de comprar um microfone para muita gente é um marco importante. É o momento onde a decisão de profissionalizar o conteúdo ganha forma e com isso a responsabilidade de fazer valer o investimento. Um bom microfone é essencial para streamers, músicos e diversos criadores de conteúdo que desejam que sua mensagem seja ouvida em alto e bom som, e que tragam além de clareza, uma identificação do público com quem está emprestando a voz para a mídia. 

Um dos microfones mais versáteis que você pode ter é o microfone de lapela. Ele é fixado na sua roupa e por ser direcional, capta a sua voz com mais precisão do que aquele do seu celular, câmera ou fone de ouvido. Existem versões bem baratinhas no mercado, que vão trazer um certo ganho mas que não serão excelentes na qualidade geral. Por isso, pesquise bem a respeito do modelo a investir e cuidado com as versões piratas

No mercado, existem os microfones de lapela com e sem fio, onde a segunda opção é mais cara por conta da tecnologia embarcada no pacote. Se você está começando, um bom microfone de lapela com fio será o suficiente, seja para gravações internas ou externas. No vídeo abaixo, você confere o nosso unboxing do BOYA BY-M1DM, um microfone de lapela duplo que já nos ajudou bastante por aqui. 

MICROFONE XLR: UMA ABORDAGEM TRADICIONAL 

Os microfones padrão XLR são usados por diversos profissionais do áudio. Este formato é popular por possibilitar uma alta qualidade na transmissão do sinal e de acordo com o pessoal da Sparflex, "O nome XRL teve origem nas primeiras versões desse conector de áudio fabricadas por James H. Cannon. O nome naquela época era Cannon X. Tempos depois vieram atualizações dele trazendo as letras L (latch), pois havia sido adicionada uma trava de fixação ao conector. E depois a letra R (rubber) fazendo referência a borracha que fica envolta do pino do conector. E assim surgia o nome Cannon XLR, sendo atualmente mais conhecido apenas como XLR ou ainda plug XLR."

Geralmente é necessário o uso de uma interface de áudio para que ao plugar no seu computador ou celular (dependendo da interface), ele trabalhe com sua potência máxima. Uma boa interface é capaz de extrair o melhor do microfone e potencializar a sua captação, coisa que aprendemos na marra... No vídeo abaixo, temos o unboxing do microfone BM 800, a opção mais popular deste segmento e que traz um custo-benefício excelente. É possível encontrar na internet kits completos com braço articulado, suporte aranha e interface de áudio ou adaptador USB acompanhando o microfone.

MICROFONE USB: PRÁTICO E OBJETIVO

Os microfones padrão USB são usados por podcasters, streamers e produtores de conteúdos diversos que tem em sua casa ou estúdio um "cantinho da gravação". São uma opção bem vantajosa para quem quer produzir com praticidade, pois é só plugar no computador e começar a gravar, sem a necessidade de uma interface de áudio. A maioria dos modelos traz entrada para fone de ouvido, assim é possível monitorar o seu áudio e saber se o volume da captação está adequado. 

No vídeo abaixo, mostramos o unboxing da nossa última aquisição, o Fifine K678, microfone que nos faz ganhar elogios quando participamos de lives por conta de seu áudio limpo e agradável aos ouvidos. 

XLR OU USB, QUAL MICROFONE ESCOLHER?

Se você ficou na dúvida entre qual modelo pegar, temos um comparativo de áudio entre o BM 800 e o Fifine K678 no vídeo abaixo. Não é um comparativo definitivo e recomendo fortemente que você veja outros vídeos no Youtube e converse com outras pessoas para tirar suas dúvidas, mas já dá uma boa noção dependendo da sua necessidade. 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Para fechar este artigo, convidamos o Guto Pereira, audiófilo convicto e parceiro do podcast Os Ingratos para falar sobre a importância do áudio para qualquer projeto. Segundo ele: 

Guto Pereira, do podcast Os Ingratos

"O áudio é primordial no ambiente virtual para tornar a experiência do usuário, durante as interações nas redes sociais, cada vez mais crível para os nossos sentidos. Temos a necessidade de tornar essa experiência o mais próxima da realidade, muitas vezes na ânsia de encurtar distâncias e substituir de maneira plena a interação física do mundo real. Por esse motivo, cada vez mais o áudio digital precisou evoluir, aprimorar-se.Duas palavras que regem essa qualidade são: "resolução" e "compressão". Quanto maior a resolução do áudio aplicado aos conteúdos digitais, melhor será essa sensação de realidade. Com isso, estamos sempre aprimorando a qualidade dos dispositivos empregados na captação, processamento e reprodução deste tipo de arquivo.

No mundo real, os sons que ouvimos são repletos de artefatos naturais, muitos oriundos de reflexões e outros comportamentos característicos da geração de sons na natureza, como os harmônicos naturais das frequências fundamentais e a compressão está diretamente ligada a esse aspecto. A grosso modo, quanto menor for o nível de compressão do áudio digital, maior será a capacidade de registrar e também de reproduzirtais artefatos e comportamentos. Por isso, o rumo natural dos conteúdos nas redes sociais e plataformas de streaming é a adoção dos arquivos de áudio chamados de "lossless". E por conta disso vemos mais e mais dispositivos compatíveis com essa tecnologia surgindo, bem como as plataformas de streaming e as redes sociais adequando-se a essa nova demanda de mercado.Acostume-se com os termos LDAC, aptX HD, Hi-Res, Dolby ATMOS, FLAC, ALAC e Lossless, pois eles farão parte do seu cotidiano até que uma nova evolução surja no mundo do áudio digital."

E se você ainda tem dúvidas sobre qual microfone escolher, deixe sua pergunta nos comentários e vamos continuar essa conversa.

Até o próximo post aqui no #mobgrafando


GRUPO TELEGRAM



16 Mai 2021

Como Melhorar a Qualidade de Áudio do Seu Projeto? O Case do Mobgrafando

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

áudio BM 800 Boya BY-M1DM Fifine K678 Guto Pereira microfone microfone de lapela microfone usb microfone xlr mobgrafando Os Ingratos

Quem viu também curtiu

14 de Mai de 2021

Mi Watch Lite: Promissor ou problemático?

03 de Nov de 2020

Anuário da Mobgrafia 2021: Participe e Entenda como os Mobgrafistas se Comportam

15 de Mai de 2021

Os Vídeos Não Listados do Canal do Mobgrafando no Youtube